Follow by Email

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

NOTÍCIAS DE UMA GOTHAM NÃO MUITO DISTANTE

Gotham City está próxima de suas eleições para prefeito e seus moradores são condenados a conviverem neste período com todos os tipos nocivos de poluição. Como se já não bastasse a poluição do ar causando sérios distúrbios na saúde de todos, agora soma-se ainda a poluição visual e a sonora.
São placas, cartazes, santinhos, banners, num festival de gente feia retocada com photoshop até à medula e que nem assim têm salvação. O mais irônico é que as empresas de Gotham, que pagam impostos para mantê-la viva, estão proibidas de divulgarem seus serviços utilizando-se destas ferramentas de merchandising, mas políticos estão liberados para este festival de horror. A poluição sonora que já conta com sirenes, buzinas, motores, funk e até propaganda de pamonha, agora conta com o auxílio de carros de som, coincidentemente também vendendo pamonhas, mas estragadas, que custam apenas o seu voto e te dão uma azia de quatro anos.
Todo mundo quer ser vereador em Gotham, mas pelo salário alto e regalias, evidente, pois se fosse cargo voluntário, tais “interessados” no bem da metrópole não se candidatariam, pois é notório no histórico da cidade que propostas inteligentes para melhoria da saúde, trânsito, segurança e outros problemas estão em falta há décadas. Este ano os candidatos assustam até a família Addams, que dirá o nobre morador de Gotham. O coringa lidera as pesquisas graças à incompetência declarada dos partidos mais fortes que trazem como rivais o Vampiro e o Ventríloquo. Ambos se odeiam e numa briga de serpentes vão devorando o próprio rabo enquanto o Coringa, ardiloso e mais liso que tais répteis segue na liderança, associando-se com o chefe supremo da religião Universal do Poder Divino em Gotham,
o senhor Ra's Al Dizimo Ghul. O Vampiro seguindo a onda de seus parentes da série Crepúsculo virou motivo de piada, como sempre. É visto em situações dignas da vergonha alheia em todas as esferas da demagogia. Beija criança remelenta, come buchada de preá, dança capoeira e até perde sapato jogando futebol de rua, para deleite dos mestres do photoshop se divertirem na internet. Seu maior adversário, o Ventríloquo é comandando pela voz de seu mestre Duas Caras que desbancou até a favorita para a chapa, Hera Venenosa, que após tal desfeita se recusou a apoiar o colega de partido, até que o genial Duas Caras, sabendo melhor do que ninguém sobre o preço de cada pessoa, a presenteou um ministério e hoje seus pupilos andam de mãos dadas como se fossem Sandy & Junior em turnê pela cidade sombria. O Pinguim em seu trem voador tem a solução para o fim do trânsito caótico. Vai mudar o terminal rodoviário,
um dos maiores do mundo, de lugar e também o aeroporto da cidade. Tudo muito simples e em menos de quatro anos. Falta apenas descobrir que a cidade não é feita de Lego. Charada é escritor não só de charadas, mas também de livros religiosos e de auto-ajuda e provando que é mestre nesta área, se auto ajuda, dando tapas e escondendo a mão. Seu objetivo é apenas um cargo de confiança ao lado do vencedor, seja qual for. Os outros pobres candidatos são quase que figurantes nesta trama diabólica rumo ao poder de Gotham. Não têm muito espaço na TV, nem verba para campanhas e nos debates, mesmo agindo como paladinos kamikazes, nem sempre são levados a sério. Coringa ameaça o estado
laico e com seu largo sorriso esconde a cara suja de sua biografia. Vampiro almeja sempre a presidência da Patifália, então caso vença, é certo que não cumpra o mandato, então é melhor ficar atento ao vice. Ventríloquo decora texto bonitinho, sempre engomado e bem articulado por Duas Caras que em breve pode ter sua cara mais feia revelada por um Lex Luthor “pão de queijo” no maior julgamento sobre corrupção que Patifália já viu, relatada por um copycat de Batman, que frente a outros colegas que também usam capa preta, vêm dando exemplo de coragem e dignidade. Mas já que pelo visto todos continuam dormindo em Gotham City, o profeta Jards Macalé ainda grita a solução: no caso de qualquer vencedor à cadeira da prefeitura, a saída ainda será a porta principal.

Um comentário:

Sheilinha Costa disse...

Fato! Concordo plenamente com cada palavra, ponto e vírgula do que foi escrito.... Pobres de nós cidadãos de Gotham City....