Follow by Email

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

MEU AMOR, POR FAVOR, VOTE EM MIM!


E terminam as férias do controle remoto e a alegria das locadoras de vídeo, afinal acabou o hilário eleitoral gratuito. Se bem que em algumas cidades ele se mantem em função do segundo turno, porém menor. Dá pra alugar um desenho na locadora ou fazer palavras cruzadas. Afinal a democracia brasileira nos obriga a agüentar um bando de malas sem projeto algum tentando vender a idéia mais absurda possível para faturar seu voto e claro depois faturar o principal: a grana! Porque convenhamos, se realmente estes tais candidatos tivessem interesse mesmo em servir a sociedade, não deveriam receber salários e mais extras, mas sim se tornarem voluntários. Pergunta para mim se teriam 850 candidatos? Se teriam reeleições? Mas é claro, vê se alguém que ama tanto a cidade como eles dizem, faria isto de graça? Teve um dos novos vereadores eleitos, que registrou em cartório, que doará seu salário. Uma bela atitude que deveria ser copiada pelos seus companheiros de pleito, ou neste caso de peito! Experiências como esta, na política, significam revolução e o povo tem de ficar atento a estes detalhes. É preciso coragem para mudar a história de que política é a arte de captar em proveito próprio a paixão dos outros, e se um homem provar que pode trabalhar sim, sem receber nada, pelo bem de uma comunidade, porque não lutarmos para que todos façam isto? Afinal, ninguém é obrigado a se candidatar. Aliás para alguns seria um grande favor a nós que eles nem se candidatassem. Basta analisar a campanha e verá que muitos conseguem com piadinhas sem graça ou uma gravação tosca de TV, chamar a atenção de eleitores que dizem votar numa figura destas por protesto. Como assim? Protesto? Não seria mais fácil votar nulo? É meio estúpido isto, como se você abrisse a porta de sua casa aos ladrões, só pra protestar contra a polícia. Em Guarulhos as eleições até que correram bem e algumas figuras hilárias não conseguiram entrar, o que é menos mal. Se bem que projetos deixaram a desejar e o que mais se viu foram jingles vitoriosos, cestas básicas distribuídas em favelas e claro, votos religiosos. Teve aqueles também que se achavam influentes na cidade, personalidades, uma espécie de estrelas de Hollywood, talvez porque Los Angeles copiou da gente o letreiro no morro. Algumas destas estrelas até com um número ridículo de votos. Se bem que ridículo é o português de alguns candidatos , que após serem derrotados enviaram emails de agradecimento que na verdade eram uma afronta à nossa língua portuguesa. Candidatos que se caíssem de quatro no chão nascia uma carroça nas costas. Tiveram também aqueles que pintavam Guarulhos como a melhor cidade das Américas. Claro, saúde ele usa hospital particular, escola o filho estuda em colégio particular, segurança ele tem seguranças particulares, enfim, pra ele realmente os serviços básicos da cidade funcionam perfeitamente. E os que tiveram ZERO votos? Já imaginou algo parecido? Nem o próprio cara vota nele. Sei que o voto é secreto, mas adoraria saber em quem estas pessoas votaram, pois ou o candidato é muito bom mesmo, ou eles assumidamente são tão ruins que desprezam o próprio voto de confiança. Uma pena que no Brasil os políticos ainda confundam civismo com cinismo. A maioria deles em seus discursos, se parecem com uma cidade cenográfica da Globo: é tudo fachada!
Por isto meus caros sete leitores, que com certeza votariam e mim e olha que eu já teria mais votos que muita gente que se achava importante (impotente) na cidade, não sei se a gente nasceu com uma puta sorte ou com uma sorte de puta, mas se o velho Descartes ainda estivesse vivo, mudaria sua célebre frase: “Penso, logo existo!” para “Penso, logo, desisto!”



PUBLICADA NO JORNAL GUARULHOS HOJE DIAS 11E 12 DE OUTUBRO DE 2008

Um comentário:

bruna disse...

É uma palhaçada essa epoca de eleições. Eu morro de rir quando vejo na TV aqueles politicos em suas passeatas cumprimentando eleitores, com direito a abraços e beijos, e assim, conquistam votos e mais votos.
Penso, logo existo! e não desisto! =D
Eu voto em vc Mau!!!