Follow by Email

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS OU O MAIS POPULAR DE HOJE EM DIA?

Silvio Santos, sem dúvida esta entre os maiores brasileiros de todos os tempos, mas ficou de fora da lista promulgada pelo SBT, por razões óbvias.
Eu votaria nele como o maior fanfarrão do Brasil. Ele joga aviões de dinheiro, muda a programação da TV a hora que quiser, não abaixa a cabeça para ninguém, domina um auditório com maestria e é capaz de vender ordenhadeira pra fazendeiro que só tem uma vaca e ainda pegar o ruminante como forma de pagamento. A tal lista de Silvio sobre os cem maiores brasileiros de todos os tempos, na teoria é boa, mas na prática contou com a ajuda de suas colegas de auditório, seu staff e claro, os internautas e estudantes. O que tinha tudo para ser um registro histórico sério, se tornou uma telesena da estupidez. A lista tem personas memoráveis como Ayrton Senna, Tiradentes e Santos Dumont, mas quando começam a desaparecer nomes mais óbvios é que a ignorância começa a dar as caras. Ivo Pitanguy,
referência mundial na arte da cirurgia plástica, foi esquecido da lista, que nem com seu talento excepcional conseguiria deixar mais bela. Outro médico, o Dr. Zerbini, que fez o primeiro transplante de coração no país, foi esquecido talvez porque transplante de cérebros seria o mais apropriado para os eleitores desta palhaçada. E por falar em palhaços, Grande Otelo, Oscarito e Arrelia foram trocados por uma figura bem mais influente e histórica da nação, o nobre Tiririca, que com seus versos “Forentina, Forentina...” vem à frente inclusive de Carlos Drumond de Andrade, que seria sua antítese.
Glauber Rocha teve sua tela apagada, pois apesar de ter um filme na lista dos cem mais importantes de todo mundo, perdeu uma vaga de importância na história de um país, para Gugu e Luciano Huck. Sônia Braga e Rodrigo Santoro foram execrados, mas o “ator” Rodrigo Faro e Lua Blanco (?) não poderiam ser esquecidos, afinal são ícones de nossa dramaturgia. Nelson Rodrigues de fora, mas com um sorriso nos lábios provou sua teoria de que toda unanimidade é burra. Chico Xavier merecidamente encabeça a lista. Um homem puro, simples e que se desprendia de bens materiais está ao lado de R R Soares, Silas Malafaia, Edir Macedo e Valdomiro Santiago, materialistas convictos que em nome de Jesus, sócio minoritário de suas empresas, produzem “fé” a preços módicos e constroem impérios. No país do carnaval nenhum
sambista foi citado. Cartola, Bezerra da Silva, Noite Ilustrada e nem Beth Carvalho que ficou famosa até em Marte, foram lembrados. Os maestros Heitor Villa lobos e João Carlos Martins foram trocados por Claudia Leite e Joelma, que figuram na lista à frente de Chico Buarque, Raul Seixas, Cazuza e Tom Jobim. Mas nem todos juntos batem a importância cultural de Michel Teló, que com uma música nem sequer composta por ele, figura entre os cem nomes mais importantes da história do país. Talvez porque fez sucesso no exterior, pode sr. Pena que gente respeitada pelo mundo até hoje, como Mauricio de Sousa, José Mojica, Viki Muniz, Romero Britto, Fernando Meirelles, Walter Salles, José Padilha,
Fernanda Montenegro e sua filha Fernandinha, premiada em Cannes como atriz, são ignorados. Até Mônica Mattos, atriz pornô brasileira vencedora do Oscar da categoria merecia bem mais um lugar aqui do que um presidente deposto por impeachment, afinal se é para nos f..., prefiro que seja com ela. Algo esta errado quando um jovem espancado quase até a morte ao salvar um mendigo, tem seus agressores absolvidos pela “justiça”, e perde sua vaga na lista para Luan Santana. Não é de se espantar que dois moradores de rua honestos que devolveram 20 mil reais, que mudariam suas vidas, perdem espaço para Paiva Netto,homem “solidário” ,
que vivia numa mansão e tinha carros de luxo, com as doações da LBV. No esporte Neymar e Ronaldinho Gaucho derrubaram gente como Eder Jofre, Zagallo e Fittipaldi, afinal o que tais senhores fizeram pelo nosso esporte? Conclusão: nosso povo não consegue eleger o melhor do Brasil, que dirá o melhor para o Brasil. Como diria Paulo Freire: “Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho!”

3 comentários:

maria de fatima caetano disse...

SENSACIONAL E CLARA A ANLISE DE MAURICIO NUNES SOBRE ESTE CONCURSO DO SBT "O MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS'representa o pensamento dos poucos lucidos deste pais11PARABENS MAURICIO

Julio Miranda disse...

Maurício, eu não te conhecia. Um amigo que leu tua crônica 'É proibido proibir' no Metrô News aconselhou-me a lê-la. Agora assisti a tua entrevista no Jô. É bom compartilhar opiniões próximas da nossa, não por vaidade, mas porque diminue a 'solidão' cultural e reflexiva. Também fico feliz quando descubro aqueles bem jovens, faixa dos 20 anos, discutindo ideias e preocupados com o Brasil.
Falando do teu texto, achei tua abordagem sincera, sem medo de ofender, e ao mesmo uma escrita leve. Parabéns e abraço. Julio.

karine barbosa disse...

LER OS SEUS TEXTOS ME EMOCIONA E ATÉ ME ENSINA A DEFENDER ALGUNS CONCEITOS NA FACUL, A CADA LETRA, A CADA FRAZE, ME PEGO ANCIOSA PARA SABER QUAL SERA O PRÓXIMO GRITO, O PRÓXIMO RELATO. QUANTO A ESSE TEXTO, COMO DIRIA O FILOSOFO NIETZSCHE," É O NASCIMENTO DA TRAGÉDIA! " NÃO COMPREENDO O QUÃO APELATIVO PODEMOS SER, MAS ESSE SILVIO, TENDADORAMENTE OUSADO ATÉ A MAS ARGUTA VISÃO,SINCERAMENTE, DE TODA ESSA AMPLA LISTA CITADA E MINUNCIOSAMENTE ESCOLHIDA ENTRE OS MELHORES, JAMAIS ME CURVARIA DIANTE DE NENHUMA AUTORIDADE POLÍTICA E DE NENHUMA CELEBRIDADE, MAS ME CURVARIA EXAGERADAMENTE DIANTE DE TODOS OS PROFESSORES DESSE BRASIL.
UM APERTO DE MÃO, KARINE
31/05/13