Follow by Email

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Diga não à pirataria! Nome, só o original!




Meus 7 leitores favoritos, vocês já pensaram na hipótese de serem chamados de um nome que nada tem a ver com o que seus lindos pais lhe deram? Isto não serve pro senhor, seu Robiscrayson e nem pro seu irmão Gerusandré, ok? Enfim, você recebe um nome lindo e alguém vai lá e muda por um pior, sem sequer lhe pedir autorização. Isto é o que os tradutores brasileiros fazem com os títulos originais de filmes.Quem são os caras que inventam estes títulos? Devem ser os mesmos responsáveis por pérolas da MPB como “Nega do cabelo duro”, “Créu créu créu” e “Pererê” da IVETE. Fico imaginando os caras numa sala dizendo: “Gente, olha só, que rima, que métrica. Escutem: pe perere pe pe pe pe...e aí? É o bicho, não. A cara do Brasil, não é? Olhem só esta rima “ ÔÔÔÔÔ que terror...ÔÔÔÔÔ é a dança do vampiro...” Fantástico. Hit na certa...Yuhuuuu...nós somos gênios.” E o povão consome e paga até dois mil reais pra pular feito macaco fedendo a xixi no meio da multidão, atrás de um caminhão de gás repleto de butijões com vida e esbeltas rebolando. Enfim, estes caras devem também escrever as piadas do Zorra Total, os programas de humor de algumas rádios, as novelas, livros de auto ajuda, entre outras coisas de extrema importância na vida de quem nasceu acéfalo. Estes nossos gênios também emprestam sua áurea imaculada pra criarem títulos ou subtítulos pra filmes estrangeiros. Algumas pérolas são fantásticas como por exemplo o clássico de terror, o Massacre da Serra Elétrica. Alguém pode me dizer onde aparece uma serra elétrica no filme todo????? Aquilo é uma moto serra, gente! Serra elétrica é a de marceneiro e o Leather Face (o vilão, que deu sorte por não ser traduzido) teria de ter uma extensão gigante pra correr atrás daquela mulherada em trajes sumários. Aliás, deve ser algum distúrbio sexual, né? Porque todo psicopata adora matar mulheres gostosas em trajes sumários? Dificilmente eles matam uma baranga. O filme My Girl também é um ótimo exemplo, afinal o filme se chamou aqui “Meu primeiro amor”, porém teve o 2 e aí??? “Meu primeiro amor 2” , aí não seria o MEU SEGUNDO AMOR? De nada adiantou também produtores americanos bolarem um filme interessante de terror, com o assassino usando uma máscara que lembrava o quadro “O GRITO”, de Edvald Munch, numa explícita homenagem ao artista expressionista, porque aqui virou apenas Pânico... Já pensou se a moda pega e eles resolvem mudar o nome de grandes obras, não respeitando seus autores? A Monalisa podia virar a “O sorriso da buscate feia”, o auto retrato de Van Gogh, poderia ser “O quadro do véio ruivo”, e por aí afora. Mas é no cinema que eles, nossos tradutores, dão seu verdadeiro show...de estupidez! Memento é um bom exemplo, já que puseram o título aqui como AMNÉSIA e o filme inteiro o cara diz que não sofre de amnésia, mas acho que os tais “tradutores” sofriam deste mal ou nem viram o filme. Você já assistiu A morte do demônio? E uma noite alucinante? E Evil Dead? Pois é, este filme teve a honra de ser lançado com 3 títulos no Brasil... Náufrago, o título original era Cast Way. Me corrijam se eu estiver errado, mas que naufrágio teve no filme?
Meu ídolo Woody Allen também sofre com estas traduções, mas sofre mais ainda seus fãs, que além de esperarem em média quase dois anos de atraso pra verem seus filmes, ainda somos obrigados a agüentar estas traduções, substimando até um público mais seleto, que convenhamos não é atraído ao cinema por causa do “nome” do filme e sim pelo seu contexto, ou apreço pelo diretor ou atores. Por exemplo: Annie Hall, que é um nome próprio e verdadeiro, aliás nome da atriz, Diane Keaton, foi explicitamente uma homenagem à musa de Woody naquela época, que protagonizava o filme ao lado dele, porém aqui se tornou “Noivo neurótico, noiva nervosa”, numa tradução ridícula que nada tinha a ver com o filme. Tem mais ainda! Hollywood Ending virou “Dirigindo no escuro”, que parece uma típica comédia sessão da tarde, onde um cego tenta tirar carteira de habilitação, não é? Pois nada tem com o filme. Sweet and Lowdon virou Poucas e Boas (???), e Small Time Crooks virou simplesmente Os Trapaceiros. Sem contar o divertido pesudo-documentário Take the money and run, que virou um Assaltante bem trapalhão, talvez pela simples comparação entre Woody Allen e Didi? Mas ainda vem o pior. Estão preparados? Vamos lá: O filme Teen Wolf virou “Garoto do Futuro”. Como assim??? No futuro todos seremos lobisomens??? Onze homens e um segredo...alguém sabe qual era o tal segredo??? Ou melhor, havia um segredo? Esta é em homenagem ao teatro: o clássico UM BONDE CHAMADO DESEJO, peça de Tenesse Willians (uma das mais famosas do mundo), levada ao cinema com o mesmo NOME, aqui virou UMA RUA CHAMADA PECADO. Como assim? Hamlet ia virar o que??? O MIMADINHO? Rei Lear seria “O véio doido que se ferrou?” Calma que tem mais. Alien - oitavo passageiro, até que é um título interessante, né? Só esqueceram de contar o gato da tripulação, pois o Alien seria O NONO passageiro. E GIANT que virou “Assim caminha a Humanidade”. E olha que a trilha sonora nem era do Lulu Santos, para sorte da platéia. Mas o melhor de todos na minha opinião é a tradução do filme Down by law, que aqui se chamou: DAUNBAILÓ....olha isto??? Ahahahahahahahah...desculpem a gargalhada, mas só rindo, gente! Não merecia ser emoldurado um título destes? Pra piorar, quando não vem uma idéia genial pro título, botam o subtítulo. Os subtítulos são ótimos.
Monster's Ball - A Última Ceia (só se o prato da casa for a Halle Berry);
Space Balls - Tem um louco solto no espaço (era melhor um sucrilhos no espaço);
Hurricane-O furacão (pergunta pra mim se o tradutor viu o filme);
Taxi Driver - Motorista de Táxi (ápice da redundância?);
Pretty Woman – Uma linda mulher (Aulinha básica de inglês?);
Moulin Rouge - Amor Em Vermelho (Fafá de Belém traduziu?);
Forrest Gump - O Contador de Histórias (porque não, o corredor?)
Já que é pra ser redundante assim porque não:
Titanic-O navio que afunda
Sexto Sentido-O psicólogo fantasma.
Psicose-O filho que era a mãe!
A vida de David Gale-O cara que se mata pra provar que a pena de morte é falha;
Os suspeitos – O manquinho assassino
Pra ajudar o serviço destes caras de criar títulos e subtítulos extremamente comerciais visando grandes bilheterias, fica a dica de colocar subtítulos regionais, já que as novelas com sotaque nordestino sempre são sucesso. Olha ai nossas dicas: Uma Linda Mulher-A Cabrita Aprumada;
O Poderoso Chefão-O Coroné Arretado;
Os Sete Samurais -
Os Jagunço di Zóio Rasgado;
Godzila - O Calangão;
Os Brutos Também Amam - Os Vaquero Baitola;
Sansão e Dalila - O Cabiludo e a Quenga;
Perfume de Mulher- Cherim di Cabocla;
Guerra nas Estrelas - Arranca-rabo nu Céu;
Um Peixe Chamado Wanda - O Lambarí Cum Nomi di Muié;
Noviça Rebelde - Beata Increnquera;
O Corcunda de Notre Dame - O Monstrim da Igreja Grandi;
A Pantera Cor-de-rosa - A Onça Viada.

A propósito, caros tradutores: legend em Inglês não quer dizer legenda!

2 comentários:

bruna disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...
Rí demais com a sua postagem de hoje!
Nunca havia parada para pensar sobre a tradução de nomes dos filmes!
Lembrei de vários aqui...
"Bus stop" traduziram como "nunca fui santa"
"Fright Night" - "A Hora do Espanto"
"A Nightmare on Elm Street" - "A hora do Pesadelo"

Nossa... tem muitos!!! hahahahahahahahaha
só rindo mesmo! =D

Eder disse...

HEY....lembro-me muito bem de quando a gente chegou a conversar sobre isso...hahaha...e foi justamente no filme TAKE THE MONEY AND RUN, onde (confesso) conheci WOOD ALLEN...
Excelente post, ficou muito ferrado com esses títulos horrendos e sem sentido...
Mas o que faltava mesmo era mudarem os nomes como "OS GOONIES"...seria hilário...Bem ainda temos tempo de ver isso acontecer, talvez em alguma refilmagem deste clássico...

abraZ.
See yah Dude !.